2120 topo site badogada.original

Badogada

O Badogada é um site jornalístico (www.badogada.com.br) independente e precisa da ajuda para continuar badogando. Fazer um jornalismo com qualidade custa caro, porém preferimos pedir a você um pouco (de dinheiro) do que nos aliarmos aos porcos.

Colabore com a munição para que o nosso jornalismo continue sempre certeiro!

R$0
arrecadados por mês

0
pessoas apoiam

Apoiar

O que fazemos?
Aqui o jornalismo é certeiro e a munição é a verdade! Muito mais do que um slogan, esse é o princípio basilar do site jornalístico, que tem como objetivo produzir conteúdos a partir do uso das bases de dados e deontologia jornalística; preza pelo contraditório, com respeito “as verdades” e extremamente rigoroso no processo de apuração. O Badogada não defende nenhum partido, empresas e personalidades públicas, porém não é um veículo de comunicação imparcial e muito menos isento. Não existem fatos, apenas interpretações. Esse é a nosso modos operandi para a construção da notícia.

O Badogada tem uma política editoral estruturada na transparência e defesa de causas e interesses sociais das classes oprimidas, por isso fazemos questão de primeiramente dizer #ForaTemer. Por meio do jornalismo defendemos a democracia, a justiça social, a diversidade étnica, religiosa e de gênero. Em Salvador, a nossa cobertura será inteiramente de fiscalização e denúncia dos erros da gestão do prefeito ACM Neto. Em Camaçari, o Badogada fará uma oposição sistemática a gestão do prefeito Elinaldo e, em Lauro de Freitas, manifesta seu voto de confiança na gestão da prefeita Moema Gramacho. No que tange a Bahia, tem apreço pelo governo Rui Costa.

Contudo, a nossa munição é a verdade e o jornalismo é certeiro, doa a quem doer, acertaremos na mosca.

Quem idealizou?
Yuri Almeida é editor do Badogada. Jornalista, mestre em Comunicação e Cultura pela UFBA e especialista em Jornalismo Contemporâneo (UNIJorge) e em Marketing (USP), professor de cursos de pós-graduação em comunicação digital, palestrante e consultor em jornalismo digital, mídias sociais e marketing político. Tem passagem pelos jornais A Tarde e Correio, assessorou artistas, empresas, associações e políticos, além de instituições públicas na esfera federal e estadual.

Quanto precisamos por mês?
Hospedagem e suporte – R$ 300
Internet 4G (Vivo) e Modem (GVT) – R$ 320
Ajuda de custo para a equipe (três jornalistas) R$ 6 mil
Ajuda de custo para deslocamento R$ 1.350 (Cobrimos os municípios de Salvador, Lauro de Freitas e Camaçari)

Apoiar