1720 m b 5137.original

Angelo Mundy

Pesquisando o significado de ser livre para me expressar e atuar no mundo, e buscando contribuir para a criação de valor para nós todos.

R$585
arrecadados por mês

12
pessoas apoiam

Apoiar

Este projeto de financiamento coletivo recorrente foi criado pra ser mais um dos ingredientes que apoiam a existência e o desenvolvimento do meu trabalho (na arte e no mundo – que, no fim das contas, é tudo junto e misturado).

A ideia principal do Unlock é proporcionar fluxos financeiros que desbloqueiam o potencial do trabalho das pessoas. Ou seja: é um recurso que nos ajuda a desvincular o valor do trabalho de alguém de um preço fixo a ser cobrado, sem, com isso, colocar em risco o sustento da pessoa em questão.

(clique aqui pra ver um vídeo feito pelo Daniel Larusso (https://unlock.fund/larusso) e pelo Daniel Weinmann, criadores do Unlock — que também tem seu próprio financiamento: https://unlock.fund/pt-BR/unlock)

Isso significa, no meu caso por exemplo, proporcionar de forma coletiva as condições pra que eu consiga criar e realizar cada vez mais projetos, apresentações, produtos (discos, livros, etc) sem cobrar, ou recebendo o quanto a pessoa puder contribuir naquele momento.

Desejo permitir que o sustento do meu trabalho venha do valor que as pessoas atribuem a ele e das quantias (pequenas ou grandes) que elas podem destinar para a continuidade dessas ações no mundo. Assim, de forma distinta mesmo: valor sendo diferente de preço.

_____________

Essas são algumas das “coisas” que andei aprontando nos últimos tempos:

Abrigação, meu primeiro disco autoral
Livro O Gigante
Barro Molhado (veja também neste blog um pouco mais sobre o Barro)
Coruja Musical

(visite meu site para saber mais sobre os meus trabalhos)

_____________

Dentre as coisas que estou planejando fazer num futuro breve, estão construir uma instalação sonora de forma comunitária (numa praça em SP onde há 16 meses temos feito encontros musicais toda semana), gravar e lançar o meu segundo disco de canções inéditas (de forma também colaborativa e que envolva uma troca artística significativa, como o Abrigação fez em 2014/2015 — também através de um financiamento coletivo mucho louco !!!), um segundo livro infantil, um home estúdio (pra ter melhores condições para experimentar minhas próprias produções musicais), uma horta comunitária numa praça no bairro onde moro, um festival voltado para o tema da infância e da educação livre em SP, sessões de cinema em praças / espaços colaborativos, seguidos de debates, com o tema da educação livre…

Bom, para acompanhar o que tenho experimentado e o que estou aprontando agora, você pode:
1) se inscrever na lista de emails do Abrigação;
2) curtir a minha página do facebook;
3) me seguir no instagram.

Também vou adorar receber um email seu. Meu contato está aqui no fim do texto.

_____________

Se isso tudo faz algum sentido pra você, te convido a experimentar ser uma das pessoas que apoiam de forma recorrente esta experiência. O processo é bem simples: você clica em “apoiar”, escolhe o seu valor de apoio mensal, sem mínimo nem máximo (ok, na verdade o valor mínimo é R$1,00 por mês… :-D) e ele é debitado do seu cartão de crédito todo mês, até que você decida cancelar a sua assinatura.

O cancelamento pode ser feito a qualquer momento, sem nenhum tipo de burocracia, e sem nenhum sentimento da minha parte.

Não importa o valor e a duração do seu apoio, ele sempre será muito bem vindo.

Eu acredito numa economia colaborativa, baseada na dádiva e na compreensão de que somos um e não seres separados, tal como a lógica hegemônica atual nos educa para crer, desde muito pequenos.

What you get is what you give.
Love the life you live, live the life you love.
A vida que você vive é a vida que você promove.

Agradeço cada gesto, cada mão, cada pessoa que se coloca nesse caminho, junto.

com amor,
Angelo Mundy

_____________
pra trocar ideia comigo:
contato@angelomundy.com.br

Apoiar